A Capela de Guadalupe acolheu, no passado dia 06 de abril, a iniciativa “Botar das Almas”, inserida na programação cultural da Procissão da Burrinha.

O “Botar das Almas” era um ato informal, cantado, que acontecia sobretudo nas aldeias, de forma a evocar a memória dos entes queridos falecidos. Era uma prática corrente no mês de novembro, chamado o mês das Almas ou então por altura da Quaresma.

O Grupo de Cantares “Mulheres do Minho” iniciou a noite cultural, cantando às almas no recinto exterior da Capela de Guadalupe, onde se reuniram uma centena de pessoas. Após os primeiros cânticos, deu-se lugar a um segundo momento de “encomendar as almas”, com participação de cantadores de Adaúfe e S. Mamede d’Este.

Já no interior da Capela, o Grupo Coral Porta Nova e o Grupo Coral de Guadalupe entoaram músicas associadas a “espirituais negros”, com forte mensagem bíblica, como “Go down Moses”, “Swing Low, sweet charriot” ou “Joshua feet the battle of Jericho”.

O Grupo de Cantares “Mulheres do Minho” recuperou várias músicas do cancioneiro minhoto inseridas na época da quaresma, dando destaque às “Incelências” ou às “Misericórdias”.

O evento, inserido na programação cultural da Procissão da Burrinha, atraiu muita gente à Capela de Guadalupe, motivo de regozijo para a organização, que convidou todas as pessoas a assistir ao Cortejo Bíblico “Vós Sereis o Meu Povo”, que sai para as ruas no próximo dia 12 de abril.

O Presidente da Junta de Freguesia de S. Victor quis prestar homenagem a todos os grupos que ajudaram a animar o sarau cultural do “Botar das Almas”, recordando que é missão da autarquia perpetuar as tradições e partilhar as memórias. Tal como antigamente se encomendavam as almas, prática que se foi perdendo, também a Procissão da Burrinha foi sofrendo alterações, efetuando um percurso de altos e baixos. Mas com a perseverança de muitos foi possível relançar e retomar esta iniciativa que atrai milhares de pessoas para as ruas da cidade de Braga.

“Este ano, a partir da Burrinha com GPS, esperamos poder captar a atenção de muitos mais milhares de pessoas que não estando em Braga, possam acompanhar o percurso efetuado pela Burrinha Letícia.“ – afrimou Ricardo Silva, estendendo o convite a todos para assistir à Procissão da Burrinha que sai para as Ruas já no próximo dia 12 de Abril.