A Patrulha Fogo da 7ª companhia de Braga, da Associação de Guias de Portugal, no âmbito da sua progressão guidista, realizou um projeto de serviço junto da sua comunidade, na vertente da requalificação de espaços públicos.

Desafiadas pelo presidente da Junta de freguesia de S. Victor, Ricardo Silva, e depois de discutidas as necessidades da freguesia, foi proposto à 7ª Companhia, a reabilitação do Jardim das Goladas, situado ao lado do Clube de Hóquei de Braga. A patrulha aceitou a proposta com bastante entusiasmo, visto ser um jardim abandonado, a carecer de intervenção, não só para dignificar o local, mas também para o humanizar e tornar mais seguro, tornando-o assim mais acolhedor e limpo.

A 7ª Companhia intitulou o projeto como “Green Garden”, apadrinhando assim um dos jardins da freguesia de S. Victor. Durante o correr do ano, com o objetivo principal de requalificar o espaço verde, as Guias realizaram várias atividades com a ajuda de toda a companhia e também dos pais das guias. A requalificação do espaço versou a pintura de mesas existentes no jardim, a criação de canteiros a partir de pneus pintados, constituindo um corredor florido à entrada do jardim. De forma a dar mais vida e cor ao local, a 7ª Companhia, concebeu uns “vestidos” para envolver as árvores das Goladas.

As responsáveis pela 7ª Companha assumem que o projeto ainda não está concluído, visto que ainda há aspetos a melhorar no jardim. Para o próximo ano letivo, as Guias de Portugal pretendem continuar com este projeto, realizando mais atividades que promovam uma verdadeira requalificação do espaço. Pretende-se promover uma repintura da parede do Clube de Hóquei de Braga, que atualmente está grafitada e desqualifica o jardim. A 7ª Companhia propõe-se, ainda, colocar caixotes do lixo e abrigos de pássaros, instalar mais canteiros de flores e ali radicar um banco de cortiça, feito pela Companhia, no âmbito do projeto Rolharte, outro projeto da AGP.

O Presidente da Junta de Freguesia de S. Victor, Ricardo Silva, louvou a disponibilidade e o entusiasmo com que a 7ª Companhia abraçou este desafio. O Espaço público deve ser para todos, mas, infelizmente, há quem ainda não respeite o que é de todos e para todos. É gratificante saber que há instituições suficientemente altruístas para dar o seu tempo na requalificação do espaço público, ao mesmo tempo que partilham valores de educação e de participação cívica às gerações mais novas. As Guias da 7ª Companhia, investem, portanto, na preservação de um património constituído pelo espaço público, mas incutem valores sociais no património humano. A Junta de Freguesia de S. Victor está extremamente grata à 7ª Companhia, pelo trabalho desenvolvido em prol da comunidade.

Por fim, as Guias apelam às pessoas, residentes e transeuntes, para que auxiliem no zelo deste jardim, para que possa ser frequentado por todos em boas condições.