Olga Pereira, presidente da Assembleia de Freguesia de S. Victor, no cumprimento da deliberação unânime adotada na última Assembleia de Freguesia realizada em 29 de junho de 2017 e que determinou a elaboração de um documento que retratasse as diligências já desenvolvidas pela Junta de Freguesia sobre o prédio devoluto sito na Travessa Dr. Francisco Machado Owen da mesma freguesia e a sua publicitação no sítio da freguesia e nos meios de comunicação social, informa que, tendo procedido a um levantamento exaustivo sobre as mesmas, foi possível apurar que:

  1. A Junta de Freguesia de S. Victor solicitou um primeiro pedido de informação à CMB sobre o edifício da Travessa Dr. Machado Owen em 2014, tendo a Câmara Municipal esclarecido, em 14 de maio do mesmo ano, que o proprietário possuía 15 dias para repor a vedação e 30 dias para requerer licença especial para a conclusão das obras do prédio em causa.
  2. Decorridos quase dois anos, a 2 de fevereiro de 2016, a Junta de Freguesia interpelou novamente a Câmara Municipal pedindo o estado atual do processo.
  3. Em 22 de novembro de 2016, a junta de freguesia dirige-se novamente à Câmara Municipal solicitando diligências junto do proprietário do edifício para que este proceda ao rápido entaipamento das portas e das janelas impedindo, desta forma, o acesso ao interior do edifício.
  4. O proprietário foi notificado e deu cumprimento ao que lhe foi solicitado, repondo a vedação.
  5. No dia 3 de fevereiro e no dia 3 de maio de 2017, a Junta de Freguesia realizou dois novos ofícios à Câmara Municipal sobre esta matéria, reiterando a sua posição de que deve ser construída uma vedação mais sólida e encerradas as aberturas do edifício com tijolos, atento o facto de o mau tempo e atos de vandalismo terem permitido a cedência e entrada de pessoas no local.
  6. No dia 6 de junho de 2017, a Junta de freguesia solicitou à autarquia uma vez mais, a notificação do proprietário privado para entaipar as entradas e quaisquer orifícios que permitam a entrada no mesmo.
  7. A Câmara Municipal procedeu à notificação da mesma, em 29 de junho de 2017, para repor a situação.
  8. A 10 de agosto de 2017, a Câmara Municipal de Braga procedeu a nova notificação do proprietário, concedendo-lhe o prazo de 15 dias para repor as vedações, sob pena de se substituir ao mesmo nessa tarefa e proceder posteriormente à competente imputação de custos.
  9. Neste momento, aguardamos a ação relativa à última notificação.

Iguais procedimentos têm sido adotados em casos similares, como, por exemplo, o terreno da Fábrica Sarotos, que em tempos acumulava lixo e vegetação, mas que passou a ter uma entidade que utiliza o espaço para prática de desportos como airsoft. Esta utilização contribuiu para uma manutenção do espaço e promovendo segurança naquele local, não havendo registos, à data, de novas ocorrências com vegetação.

Quanto aos Bairros Sociais, quer das Enguardas, quer de Santa Tecla, são constantes as solicitações à AGERE para que haja uma profícua atuação naquelas ruas. Sempre que necessário, além da varredura, a AGERE desloca-se aos Bairros para levantamento de “monstros”, de forma a desobstruir alguns espaços nas zonas comuns. A tarefa verifica-se difícil porque há um desmesurado acumular de vários materiais e detritos, nas horas seguintes ao levantamento dos “monstros”, o que contribui para um avolumar de lixos em plena rua.

A Junta de Freguesia de S. Victor lembra que devem ser respeitados os horários de colocação de lixo nas ruas e que a AGERE detém um serviço gratuito de recolha de monstros, que funciona de 2ª a 5ª, bastando ligar para esta empresa municipal para marcar a recolha.

Assim, pensamos que estas informações podem ser úteis para esclarecer as atuações da Junta de Freguesia de S. Victor relativamente aos casos abordados, dando cumprimento a uma recomendação da CEM, aprovada na última Assembleia de Freguesia.

Descarregue aqui o ficheiro pdf: Comunicado AF_set2017

Exposição “Sete Fontes”

O Complexo monumental das Sete Fontes é o tema da exposição fotográfica de Flávio Freitas, que pode ser vista entre os dias 5 de Setembro e 12 de Outubro, na Junta de Freguesia de S. Victor.

Flávio Freitas foi desafiado a contribuir com o seu olhar sagaz a aliar a arte da fotografia à responsabilidade de inventariar o Complexo das Sete Fontes. Assim, brasões, canalizações, bacias de decantação, entre outros importantes equipamentos e ornamentos, ficam perpetuados para todo o sempre , num registo educativo e convidativo para quem não conhece as Sete Fontes.

A não perder, no Espaço Galeria da Junta de Freguesia de S. Victor.

:: OP’17 | JUNTA DE FREGUESIA S. VICTOR ::

Estamos a entrar na fase final das votações do OP’17/S. Victor. Não percam a oportunidade de votar nos projetos que possam ajudar ao desenvolvimento da Freguesia.

Pode votar presencialmente na Junta de Freguesia (todos os dias, das 9h às 18h) ou, em alternativa, poderá votar online no site Minha Freguesia. Também dá para descarregar uma aplicação móvel que permite votar, sendo provavelmente a opção mais prática:

iPhone/iPad (https://appsto.re/pt/Jk4leb.i)

Android (https://play.google.com/store/apps/details…)

Para votar tem que ser residente em São Victor, e fazer login no site/aplicação com o seu número de Cartão de Cidadão e a sua data de nascimento.

Pode verificar aqui os projetos em votação:

http://www.juntasvictor.pt/orcamento-participativo17/

Noites Brancas da Senhora-a-Branca

Enquadrado nas atividades de Verão “Respirar Feliz em S. Victor”, realiza-se, este ano, a 15 de Julho, a XV Edição do Festival Internacional de Música Polifónica “Noites Brancas da Senhora-a-Branca”, que acontece no Largo com o mesmo nome.

Num figurino renovado, mais atrativo e confortável, ao espectador proporciona-se a possibilidade de assistir a um evento de qualidade, enquanto aprecia o melhor do património arquitetónico e cultural, com a fachada da Igreja da Senhora-a-Branca a fazer de cenário.

A qualidade musical e cénica tem trazido um substancial aumento de número de espetadores, que acorrem a esta “sala de visitas” da Freguesia, que é o Largo da Senhora-a-Branca, para assistir à atuação de 4 formações musicais de referência.

Este ano, as Noites Brancas iniciam-se com o Orfeão de Braga, seguindo-se o Grupo ACIJE. Oriundo de Ponteareas (Galiza), os Obradoiro Vocal A Vila são os convidados internacionais, que prometem abrilhantar a noite com um programa musical absolutamente surpreendente. O encerramento será realizado pela “Prata da Casa”, o Coro Polifónico de S. Victor, dirigido pelo Pe. Sérgio Torres. Faremos, ainda, a apresentação do nosso “Novo Projeto Musical”, liderado por Inês Teixeira.

Ricardo Silva, Presidente da Junta de Freguesia de S. Victor, reitera a importância das “Noites Brancas da Senhora-a-Branca” no programa de actividades da Freguesia de S. Victor. “As Noites Brancas da Senhora-a-Branca” é daquelas actividades em que depositamos todas as energias, além de ser das mais aguardadas pelo público, pois motiva-nos ver o Largo da Senhora-a-Branca repleto de pessoas. A qualidade imposta por este festival é traduzida pelo número de pessoas que assiste ao espectáculo, que tem sido em número crescente de ano para ano. É um orgulho, no espetro de uma freguesia, realizar um dos momentos altos das actividades culturais da nossa cidade”.

Sábado, dia 15 de Julho, a partir das 21h30.

Unir Gerações – Passeio Avós e Netos

A Junta de Freguesia de S. Victor promove, domingo, dia 09 de Julho, a XII edição da atividade “Unir Gerações”, mítico passeio de avós e netos, em clássicos automóveis como os Citröen 2Cv e Renault 4L, numa parceria com a Bicavalaria do Minho e o Clube 4L (núcleo norte).

A Autarquia de S. Victor tem privilegiado acções de estímulo e reforço do conceito FAMÍLIA e, por isso, nada melhor que juntar, no mesmo encontro, Avós com Netos em S. Victor.

Neste passeio participam 23 Citröen 2Cv e 14 Renault 4L, que transportam 180 pessoas, entre avós e netos, contando, ainda, com participação da EBA Transportes, que reforça o apoio logístico.

Ponto de encontro na Junta de Freguesia de S. Victor às 8h30, seguindo-se o típico pequeno-almoço conventual em Montariol.

Novas Valências na Piscina Rodovia

O Complexo das Piscinas da Rodovia dispõe agora de novas valências desportivas, com a criação de dois campos de padel. Os novos equipamentos representam uma mais-valia para aquele complexo cuja entrada foi também alvo de melhoramentos significativos.

Durante uma visita ao local, realizada hoje, 7 de Julho, conjuntamente com o Presidente da Junta de Freguesia de S. Victor, Ricardo Silva e com a Vereadora do Desporto, Sameiro Araújo, o presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, explicou que esta é uma primeira fase de uma intervenção mais abrangente que está prevista para o complexo das Piscinas.

Vão ser criadas novas valências de apoio em termos de infra-estruturas para todo o complexo que incluem uma nova bilheteira, um bar para servir de apoio ao interior e ao exterior e ainda novos balneários. Os trabalhos incluem igualmente a cobertura de um dos campos de padel e outro de ténis.

CNE 003 – preparação ACANAC

Continuamos a incentivar uma sociedade mais participada, em que o papel dos cidadãos é fulcral.

Foi com muita honra que acolhemos no dia 06/07, um grupo de representantes do CNE003/S. Victor que está a prestar provas para a participação no ACANAC.

Uma das provas visa a identificação de situações/ocorrências na área administrativa do Agrupamento e levar esses problemas ao conhecimento da autarquia local.

E foi uma agradável surpresa receber o Diogo, a Barbara, a Ana Raquel e a Ana Sofia da Patrulha Pelicano, que nos trouxeram uma sugestão para as ruas da Freguesia.

A ideia destes representantes da Patrulha Pelicano é colocar “Chiclões” nas ruas da freguesia, evitando que as pessoas atirem estes resíduos para o chão. É uma medida de enorme educação cívica que apela a um melhor cuidado com o meio ambiente.

Agradecemos a visita de trabalho, com a esperança renovada nestas gerações, que no presente já constroem o futuro.

Obrigado ao CNE003 por esta iniciativa de cidadania.

Clube Colina 3d visita Sete Fontes

Foi com elevado entusiasmo que hoje, dia 06/07, “abrimos” as portas das Mães d’Água, para assistirmos ao “nascer da água”.

O Grupo 3D do Clube Colina tem realizado um conjunto de atividades para as participantes e quis levá-las a conhecer a História das Sete Fontes e perceber a importância natural deste local.

Ricardo Silva, Presidente da autarquia de S. Victor, guiou a visita e relatou os principais apontamentos históricos deste Monumento Nacional.

Agradecemos a visita às Sete Fontes e desejamos que o Clube Colina continue a dar a conhecer este local especial aos seus participantes.

CNE 660 – preparação ACANAC

Na busca de uma sociedade mais participada, o papel dos cidadãos torna-se fulcral.

Foi com muita honra que acolhemos hoje, dia 04/07, um grupo de Exploradores do CNE660/Montariol, que está a prestar provas para a participação no ACANAC.

Uma das provas visa a identificação de situações/ocorrências na área administrativa do Agrupamento e levar esses problemas ao conhecimento da autarquia local.

E foi uma agradável surpresa receber o Afonso, da Patrulha Leão, a Ariana, da Patrulha Águia e a Leonor, da Patrulha Falcão, que nos mostraram 5 problemas que devem ser resolvidos. Comunicamos que alguns dos problemas já estão sinalizados e que aguardam deferimento superior e que os que não conhecíamos, tudo faremos para os resolver.

Agradecemos a visita de trabalho, com a esperança renovada nestas gerações, que no presente já constroem o futuro. Obrigado ao CNE660 por esta iniciativa de cidadania.