Respirar Feliz em S. Victor “Unir Gerações”

Unir geracoes4

“Unir gerações” é uma das atividades de sucesso da Junta de Freguesia de São Victor. Este evento, com muito espírito e ação intergeracional, junta Netos e Avós numa atividade que une a cultura ao conforto do convívio entre GERAÇÕES. Parceiro insubstituível nesta inédita fórmula de juntar a família num passeio lúdico/cultural é a Associação de proprietários das “intemporais” Citroen ’s 2 CV, a sempre pronta Bicavalaria do Minho, que faz de um sonho uma realidade com muita aventura, numa fantástica viagem onde a “velocidade” se rende ao prazer da viagem e ao deleite das paisagens lindíssimas de Portugal. O ano de 2013 juntou Autarcas de S. Victor, Bicavaleiros, a sua maioria de Braga, mas também de Barcelos, Guimarães e Penafiel, e a alma do “UNIR GERAÇÕES”, composta por Netos e Avós.

Unir geracoes1Deu-se pois, com grande animação…: “Um saltinho até…PENAFIEL”. Este Município, presidido por um AMIGO de São Victor, convidou-nos a visitar o Museu Municipal de Penafiel, que está instalado no palacete setecentista dos Pereira do Lago, uma das últimas obras assinadas pelo arquiteto Fernando Távora (falecido em 2005) e concluída pelo seu filho, José Bernardo Távora. Foi inaugurado a 24 de Março de 2009 pelo Presidente da República Cavaco Silva. O acervo do museu é constituído por três núcleos, arqueologia, etnografia e história do concelho, uma área de exposições temporárias e uma sala multimédia.
O museu tem também um auditório com capacidade para 150 pessoas, uma loja e um bar/restaurante, situado sobre o jardim, criando um anfiteatro ao ar livre, capaz de albergar 200 pessoas. Em 2010 foi eleito Melhor Museu Português pela Associação Portuguesa de Museologia (APOM). Trata-se de um MUSEU com distinção Nacional e considerado um dos vinte melhores MUSEUS da EUROPA. Vale por isso a pena uma visita e a confirmação do seu inquestionável valor. Houve ainda a oportunidade, antes e depois do almoço, para se visitar o Santuário do Sameiro, localizado em Penafiel, também conhecido por Santuário de Nossa Senhora da Piedade. O Santuário foi construído em finais do Século XIX a par do belo Parque Zeferino de Oliveira, popularmente conhecido por Jardim do Sameiro, num encantador estilo Romântico, com a cidade a seus pés.

Unir geracoes2Antes, porém, e porque o dia prometia, subiu-se logo pela manhãzinha ao Convento de Montariol, onde a comitiva foi presenteada com um pequeno-almoço conventual, depois de todos os participantes terem sido bem distribuídos pelas mais de trinta viaturas Citroen 2 CV, apoiadas, como novidade deste ano, por viaturas “Renault 4 L”. Recebidos pelo Padre José Neves, Guardião do Convento, este foi presenteado pela Junta de Freguesia de São Victor com uma lembrança e, para além do acolhimento sempre cordial, deu as bênçãos para uma ótima jornada. O Professor André Soares, responsável pela secção de Desporto adaptado do S.C. de Braga, aproveitou o ensejo, e a convite da Autarquia de São Victor, parceira na promoção do “Boccia – Desporto para TODOS”, fez uma sintética mas produtiva resenha desta modalidade e abriu o caminho para novos desportistas nesta modalidade cada vez mais popular.
Rodas ao caminho e lá foram fulgurantes as míticas viaturas até Penafiel. Recebida a Delegação no Museu Municipal pelo mais alto representante do Município de Penafiel, o Edil local e Amigo Dr. Alberto Santos deu as boas vindas, procedendo-se posteriormente a uma visita “que deixou água na boca”, pela qualidade desta Unidade Museológica e pela dedicada atenção da Conservadora Dra. Helena Bernardo, também presenteada com “uma lembrança, nada mais nada menos que uma Citroen 2V em artesanato”, para quem foi a melhor cicerone da visita, sempre interessada no melhor esclarecimento. Esta lembrança foi extensiva também ao Senhor Presidente da C.M. de Penafiel e a todos os Bicavaleiros presentes.

Unir geracoes3O almoço, bem juntinho ao Santuário do Sameiro, esteve à altura dos acontecimentos, reservando-se a tarde para uma visita à Igreja de Santo António dos Capuchos da Santa Casa da Misericórdia de Penafiel, proprietária do edifício, que aproveitou a recente recuperação para dotar a Igreja com espaços agora utilizados como salas de exposições e outras valências. Aí foi oferecido um “Aveleda de honra”, brindado por todos os Avós e representantes das duas Autarquias, e que foi acompanhado pelos “docinhos do amor”, típica confeção conventual saboreada por toda a Delegação.
A foto de família foi ali mesmo, frente à Igreja da Misericórdia, e ficou como registo para a posteridade.
O regresso desta jornada memorável foi tranquilo, e a viagem até Braga serviu de mote para próximas “aventuras”, já no ano de 2014. Assim seja!…